h1

Eis-me em mim

20 de abril de 2015

E eis que às três da manhã

me encontrei

sozinho

sem ter para quem olhar

 

ao reclamar a falta

fui preenchido por uma sensação de completude

 

a existência me permite ser

a ausência, voar

 

se seu corpo estivesse aqui

não faria o que hoje faço

agora

escrevendo palavras que poderiam me salvar

te salvar

 

possivelmente me aconchegaria

no conforto de seu abraço

me embriagaria no vício do seu cheiro

mas jamais seria algo além

do que um sonho no travesseiro

 

então vejo a mim

por não ter mais você para ver

segue seu destino

ama a si mesmo e a mim, no meio do caminho

 

se sobrar tempo

dedicarei uma hora

para pensar em você

e como me faz bem

não mais o ter


Raphael Granucci Pequeno

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: