h1

Domingo frio

1 de março de 2015

Domingo tem um gosto especial

ainda mais quando faz mais frio

a cama parece o caminho para sentir

o vazio que fica de uma presença perdida

 

tem aquele gosto de ansiedade e tristeza

já é uma mistura de saudade,

que não dá pra ver com clareza,

em meio a cobertas e meia luz

 

tem o calor de um abraço que não foi dado,

esquecido em algum lugar do passado,

em uma cama pequena de solteiro

grande o bastante para muitas promessas

 

tem a embriaguez de vinhos servidos

em taças, copos de requeijão ou até na garrafa

assim como o ato de amar – não importava o lugar

mas aquela sensação que fica ao experimentar

 

tem o som de uma canção ao violão

para dançar com os olhos fixos um no outro

fazendo com que os lábios sorriem

e os dedos se enrosquem e corpos se toquem

 

domingo tem o gosto daquilo que não fica

– tipo você na minha vida –

tem o gosto da espera de um retorno

posto à prova pela solidão dos dias

 

então volta logo, porque assim é não possível

viver na espera de dias sem pretensão,

e o cansaço de viver de expectativas

que um dia esse domingo não chegue ou não termine


Raphael Granucci Pequeno

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: