h1

Paixão onírica

9 de abril de 2014

“Conta a lenda que dormia

uma Princesa encantada

a quem só despertaria

um Infante, que viria

de além do muro da estrada”

(Fernando Pessoa)

 

Em uma noite de calor

quando sonhos se tornam pavor

não se sabe o que se cria

na alma e na poesia

 

como poderia eu

criatura tão racional

acreditar em Deus

como em qualquer mortal

 

a velha história se reconta

para quem ela desmonta

uma paixão tão selvagem

montando nova paisagem

 

aquele feito de carne e osso

nada mais que um esboço

por uma ideia se apaixona

de alguém com quem se sonha

 

tão intangível e pueril

garoto belo e sedutor

homem de atitude tão vil

transforma em arma o amor

 

escraviza a mim, inocente

com sentimento demente

e doentio, não correspondido

apenas para ser esquecido

 

como acordar de sonho tão mau

para conhecer a pior verdade

em que seu amor não é real

pois com outro já tem lealdade

 

Raphael Granucci Pequeno

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: