h1

Felicidade alternativa

14 de maio de 2013

Sou alegre

e até posso ser feliz.

Mas acontece que sou triste

por jamais ter o que eu quis.

 

Percebo que a vida inteira

apenas me contentei

em amar o que tive

e nunca ter o que amei.

 

Fui mendigando um carinho

como se não valesse o preço,

um tão grande valor,

mesmo achando que mereço.

 

É um complexo de perdedor,

não quero ter de aprender a amar.

Não quero mais um amor roubado,

quero o que quero, no lugar.

 

Raphael Granucci Pequeno

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: