h1

Amor animal

11 de setembro de 2012

Algo mudou aqui dentro

quando você enfiou a faca

aqui, no meio do meu peito,

e ainda sinto a pulsação fraca.

 

Amar é cuidar para não machucar

o outro, mesmo tendo que se proibir

de soltar seu lado mais selvagem

para assim poder ver seu amor sorrir.

 

Você não teve medo de me dar lágrimas

em meu rosto, olhos vermelhos.

Acho que você nunca será capaz

de respeitar algo além do seu espelho.

 

Por não saber valorizar este sentimento,

levo-o comigo, junto com um orgulho ferido.

Depositei amor e confiança naquele

que só soube deixar meu coração partido.

 

Diz amar, mas não aprendeu o que é isso.

O pior burro é aquele que não quer aprender.

É uma pena que eu precise me magoar

para você sentir o que é me perder.

 

Mas um câncer não pode ser tratado

sem o extermínio das células saudáveis.

Meu amor poderia ser puro, divino,

se não existissem seus desejos irrefreáveis.

 

Raphael Granucci Pequeno

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: