h1

Confusão

28 de agosto de 2012

Cenas de um filme

preto e branco e colorido,

trilha-sonora new punk.

É como se todos os sentimentos

se misturassem no mesmo tanque

onde a roupa suja bate

em meio a uma tristeza escarlate.

 

Se nada se completar

e o sentido não se consumar

é problema do poeta,

que não sabe que pra falar sobre a dor,

que tanto o afeta,

é preciso conhecê-la pelo amor,

mas não a estar sentindo no momento

porque pode prejudicar o seu lamento.

 

Recite dores passadas e não atuais,

pois estas estão mais conhecidas.

Não sobre dores presentes, estas jamais,

porque estas ainda estão vivas nas feridas.

 

Então me privo da palavra em favor da poesia.

Sei que quando escrever minha dor,

você chorará por ter me causado isto um dia.

 

Raphael Granucci Pequeno

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: