h1

L’amour

16 de julho de 2012

Sou a moça das vitrinas

Exibindo as curvas.

Olhar nada custa

Através das vidraças turvas.

 
Oferto este amor

Em troca do teu dinheiro.

Apaixonarás-te por mim,

Meu tiro é certeiro.

 
Morrerás se comigo não deitar,

Pois não conseguirás dormir comigo em tua cabeça.

Mas se deitar, cuidado.

Meu sangue é mortal, não te esqueças.

 
Fico aqui, enquanto os outros passam.

O próximo a parar está por perto.

Todos querendo acreditar no amor,

Que por dinheiro é sempre certo.

 

Raphael Granucci Pequeno, 26 de novembro de 2010

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: