h1

Tem muito “crítico” pra pouca vaga.

1 de abril de 2011

Hoje toda e qualquer pessoa tem opinião formada sobre tudo. Todos querem impor a melhor música, o melhor filme, a melhor roupa, o melhor livro. Tendo conhecimento ou não para isso, acredita-se que uma curta experiência de vida já seja o suficiente para julgar aquilo que é certo ou errado, bonito ou feio.

Desconfio de críticos, mesmo os considerados “bons”, pois a crítica muitas vezes leva a censura. Será que todos achavam Platão, Sócrates e Aristóteles tão bons quando os mesmos começaram a dar seus primeiros passos em suas áreas?

Todo precursor enfrentou (e mais do que nunca, enfrenta) duras críticas, mas o mais importante foi como eles passaram por cima disso e se estabeleceram. O único problema, é que a crítica implacável vem muitas vezes de pessoas sem noção alguma para tanto, e estas não estão dispostas a voltar atrás em suas opiniões.

Monteiro Lobato foi uma das pessoas contra o Modernismo a primeira vista, porém quando ele foi capaz de abrir a cabeça para o todo e seu significado, ele foi modesto o bastante e retificou sua opinião sobre o movimento.

Indo um pouco além nos pensamentos, não existe uma faculdade ou curso que gere pessoas aptas a darem suas críticas sobre tudo. O que há, são pessoas que estudam anos e anos sobre determinada área, para poderem expor argumentos sobre uma tese em cima de algo relacionado a essa área, nunca a algo além. Lembrando, criticar não é dar sua opinião.

Críticas sempre existiram e continuarão a existir, o problema está em pessoas de mentes fechadas disparando-as a toda direção, considerando-se os melhores no que fazem e dizem, quando na verdade apenas confirmam ideias que geraram o machismo, homofobia e a repressão, como a enfrentada no Brasil durante a Ditadura Militar.

Parece uma ideia radical, porém nem tanto.

Enquanto cada vez mais os jovens se fecharem para o novo, a evolução, que parecia tão natural, vai ficar cada vez mais difícil.

E como diria Cazuza, “eu vejo o futuro repetir o passado, eu vejo um museu de grandes novidades”.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: